Sylvia Furegatti - Série Plantas, 2013

Sylvia Furegatti: Apontamentos sobre a série de plantas

Processo

Série de Plantas.
Esse projeto tem inicio em meados de 2006 a partir de um work in progress em um dos ateliês nos quais trabalhei em Campinas. Fusão de desenho, fotografia, objeto escultórico e instalação artística, a proposta emprega materiais orgânicos para apresentar uma sobreposição de marcas visuais elaboradas sobre peles/superfícies, humanas ou de plantas, nas quais se demarcam referencias da memória dos gostos de quem as porta.
As primeiras peças criadas encontraram seu lugar na parede, ao lado das pequenas fotografias que apresentam detalhes de corpos de pessoas com desenhos que criam sobre a pele de cada uma delas, pessoas escolhidas por suas manchas ou pintas naturais, uma espécie de jardim florido, desenhado a caneta. Nas folhas das plantas escolhidas para esse momento, outros desenhos de plantas, novos jardins, portanto.
Em 2009, segundo momento do projeto, em exposição realizada na Galeria de Arte da Unicamp, folhas jovens de “Agave avellanidens” servem de suporte para novos desenhos tatuados em suas peles/superfícies apresentadas em caixas de acrílico transparente, nas paredes. Essas peças recebem o título de “Epiphytas” (Epi=sobre; phyton=planta) e me permitem descobrir o tempo médio de duração do trabalho. Terminada a exposição, as folhas permaneceram perfeitas por cerca de 4 meses.
Em abril de 2013, para a experiência da Ocupação da Moradia Estudantil da Unicamp, as plantas escolhidas são do tipo “Sansevieria Trifasciata”, conhecida popularmente por “Espada de São Jorge”. Dessa vez, as folhas voltam aos vasos e com isso ganham aspecto tridimensional mais evidenciado. Plantadas em latas de leite de alumínio, essas peças portam novas flores desenhadas em branco na parte alta das folhas, bem como seus nomes científicos, pesquisa selecionadas de um dos meus livros de referencia para essa esse viés assumido pelo meu trabalho entre Arte, Paisagem e Natureza, trata-se do livro “Garden of Eden” de H. Walter Lack, Editora Taschen.
Sylvia Furegatti
Abril/2013

A sessão PROCESSO apresenta ideias gerais de trabalhos em construção já apresentados formalmente em espaços expositivos ou não. Abre um espaço para que se apresentem trabalhos e/ou projetos de modo a enfatizar seu processo de criação.