Projeto Fluxus, Sylvia Furegatti

Projeto Fluxus – Sylvia Furegatti

Intervenção

Nova edição do Projeto Fluxus – Informação, Arte e Saúde apresenta intervenção urbana de Sylvia Furegatti

Na sexta-feira, dia 16 de maio, o Projeto FLUXUS. Informação, Arte e Saúde, realizado por intervenções artísticas promovidas pelo NECS – Núcleo de Educação e Comunicação Social do Programa DST/Aids da Prefeitura de Campinas, dá continuidade à formula que aproxima Arte e Consciência participativa com o projeto de Sylvia Furegatti.

Frases Curtas, Pensamentos Longos elaborado pela artista, é a terceira edição do projeto FLUXUS. A proposta se organiza ao longo do mês de maio intervindo em conjuntos de árvores espalhadas por cinco espaços públicos de Campinas que são suporte para trazer à cidade mensagens extraídas da Música Popular Brasileira (MPB). Em curtos trechos, as frases nos propõem a reflexão poetizada sobre os encontros, esperanças e fluxos de nossas vidas. Esse foi o caminho idealizado pela artista para chamar a atenção da população para a importância do diálogo e da tolerância necessários à compreensão da presença da epidemia em nosso cotidiano.

“É um trabalho efêmero que propõe ao passante urbano da cidade de Campinas uma experiência artística dada pelo sussurro de rápidas frases retiradas de algumas canções da MPB”, disse a artista.

Na sexta-feira (16/5/2008) no largo do Carmo (Praça Bento Quirino), centro de Campinas, às 20h, Sylvia e o grupo de organização do FLUXUS recebem a população para conversar sobre este trabalho, a arte nos espaços públicos da atualidade e a epidemia da AIDS.

Nas semanas seguintes, a intervenção se efetiva pela cidade envolvendo artistas colaboradores, pessoal de campo do NECS e a comunidade local.  No dia 23 de maio, sexta-feira, os trechos: Av Barão de Itapura; Av. Dr. Theodureto de Camargo e Av. Luis Smanio (sentido centro-bairro) recebem as frases e distribuem material para os transeuntes das 9h00 as 15h00. No dia 06 de junho, outra sexta, a última etapa da intervenção ocupa os trechos: Av. Prof. Ana Maria Silvestre Adade (acesso para a Puc Campus I);e Rua Delfino Cintra, (sentido bairro-centro) também das 9h00 as 15h00.

“Cinco trechos urbanos da cidade foram escolhidos pela persistência e beleza do conjunto de árvores que se impõem entre a estreiteza dos canteiros e a velocidade das rápidas avenidas. De modo simultâneo nas datas programadas esses lugares vão exibir frases adesivadas nos troncos dessas árvores remetendo-nos à poesia e à informação dos encontros e caminhos entrecruzados das tantas pessoas que atravessaram nossas vidas”, completa Sylvia.

Iniciado em dezembro de 2007, o projeto FLUXUS estende-se por 2008 com intervenções que serão efetivadas de dois em dois meses pelo grupo de artistas visuais convidados. Sylvia Furegatti e Cecilia Stelini, artistas ligadas ao Grupo Pparalelo de Arte Contemporânea de Campinas, integram o conjunto dessas ações.



Ficha técnica
Promoção do projeto Fluxus: Núcleo de Educação e Comunicação Social do Programa Municipal de DST/Aids de Campinas.
Coordenação do NECS: Bete Zuza
Produção: Jeff Keese e Adriane Pianowski
Assessoria de Imprensa: Eli dos Santos Fernandes
Participação: Grupo Pparalelo de Arte Contemporânea de Campinas.
Agradecimentos: Claudia Barros, Priscila Aguiar de Faria, João Siqueira.