confluencias-adrianadaconceicao-fernandovelazquez

Exposição Confluências – Adriana da Conceição

Exposição

Adriana da Conceição apresenta a Série Estruturas Invisíveis na primeiraedição do Projeto Confluências no ATAL|609.

O Pparalelo de Arte Contemporanea de Campinas propõe para o ano de 2011 oprojeto Confluências no qual apresenta a produção individual dos artistas integrantesdo grupo a partir da Sala de Vitrine de seu atual espaço de trabalho. No dia 13 demaio, a partir das 19h, o projeto será inaugurado com a série Estruturas Invisíveisde Adriana da Conceição. Adriana é acompanhada de Fernando Velázquez, artistaconvidado para a Sala de Entrada.

Artista e arquiteta, Adriana vem trabalhando uma série de desenhos em dimensõesvariadas nos quais investiga a configuração de edifícios em reforma que são veladospor telas de proteção. Recombinando essas imagens em estruturas mais abstratasdesenhadas sobre papel vegetal, além de outros suportes, a série ganha autonomiaplástica e permite à artista investir em sua aplicação sobre suportes mais ousadoscomo a tela sannet, com a qual constrói a intervenção da fachada do ATAL|609.

A relação de investigação entre o interior (espaço expositivo) e o exterior (entornourbano) define-se dessa forma por meio da desconstrução da imagem originariadesses edifícios em reforma vistos nessa experimentação artística de várias maneirasdistintas. Podemos reforçar o aspecto da reconstrução dessas fachadas por meio damancha colorida do desenho que nos remete aos croquis típicos da Arquitetura. Háneles também certa hesitação entre o peso físico da arquitetura, sua forma e a levezadas telas de proteção.

A série toda tem, até o momento, 50 desenhos sobre papel vegetal (11x15cm),15 desenhos em papel Fabriano (77x150cm) e 20 plotagens sobre papel vegetal(90x180cm). A intervenção ocupará parte significativa da fachada simulando acobertura do prédio numa área de 3,50x2m.

A cada evento, o Pparalelo recebe um artista que ocupa a Sala de Entrada. FernandoVelasquez, artista que vive e trabalha em São Paulo, é o convidado dessa ediçãopara a qual apresenta um trabalho baseado na memória da História da Arte, de seusregistros em livros, da nossa percepção em relação a tantos dados, datas, imagense importâncias para a reflexão sobre a arte à qual deve trabalhar todo artista daatualidade. O resultado evidentemente gráfico do trabalho está tanto no painel de3,20×2,00m na qual o artista elabora uma nova assemblage, quanto nos dois vídeosque também ocupam a Sala de Entrada do ATAL|609.

A idéia da estrutura marca presença no diálogo entre os dois artistas. Enquanto Adriana traz essa força para a construção arquitetônica, Velázquez a investiga doponto de vista da fatura gráfica. Vale a pena conferir!

Projeto Expositivo de 2011: Confluências – Pparalelo

Sala de Vitrine: Adriana da Conceição – Estruturas invisíveis.2011
Sala de Entrada: Fernando Velázquez – Library. 2011

Abertura: 13/05/2011, às 19h
Visitação: 17/05/2011 a 13/07/2011
Horários: terças a sextas das 14h -18h
Local:AT|AL|609. Lugar de investigações artísticas
Rua Antonio Lapa, 609 Cambuí, Campinas, São PauloCEP 13025-241
fone: 19.3255-7689