ouro

Deslocamento de Paisagem

Intervenção

Intervenção Artística ocupa trechos do centro de Ouro Preto buscando chamar a atenção para o Dia Internacional Sem Carro.

Deslocamento de Paisagem. Pparalelo realiza Intervenção Artística e Debate em Ouro Preto.

No dia 22 de setembro, o Grupo Pparalelo de Arte Contemporânea realiza uma intervenção artística para as comemorações do Dia Internacional Sem Carro na cidade de Ouro Preto-MG.
O Grupo Pparalelo, sediado na cidade de Campinas, SP, tem marcado sua atuação nesse tipo de preocupação sócio-cultural já há quatro anos, de modo individualizado ou pelo coletivo de seus artistas.
A cada ano o Grupo procura uma nova cidade para realizar esse projeto. Para a edição de 2009 a escolha recaiu por uma cidade histórica que pudesse congregar características de valor artístico urbano e variado fluxo público nas suas ruas. Assim, a cidade de Ouro Preto foi escolhida devido à sua característica impar de alta freqüência de pessoas dos mais variados lugares do planeta, por constituir-se da presença de um público dotado de olhar investigativo, tal qual o turístico, além da configuração participativa e socialmente comprometida de suas instituições e comunidade local. 
A intensa vida cultural da cidade de Ouro Preto e sua configuração à margem do circuito artístico contemporâneo convencional também reforçam outro caro posicionamento do Grupo Pparalelo em trabalhar novos corredores culturais além do eixo Rio-São Paulo-Capital.
No ano de 2008, o projeto Fui a Pé, construído pelo Grupo para as cidades de Limeira, Campinas e Valência-Espanha, incluiu a primeira delas, Limeira-SP, na listagem das 56 cidades brasileiras que participam dessas Comemorações cadastradas pela Instituição Rua Viva sediada em Belo Horizonte-MG.
Apostando na construção desses novos corredores, o projeto Paisagem Deslocada será produzido a partir de imagens da própria cidade estampadas em grande formato e expostas em dois pontos centrais. Os formatos adotados para o projeto assumem uma identidade intimista através de um varal de 2,5 x 5m, instalado na Rua Antonio Pereira (ao lado do Museu da Inconfidência), e de um painel constituído por 64 travesseiros, mediando no total 4,00 x 5,60m, exposto no trecho da Rua Costa Sena em frente à Igreja de São Francisco de Assis. As imagens reconstroem as paisagens de montanhas e monumentos deslocados de sua estrutura visual original e se fragmentam nas partes do varal e dos travesseiros que serão em parte doados aos parceiros e vendidos aos demais interessados.
A Ourotran, setor responsável pelo trânsito urbano de Ouro Preto, vai fechar esses dois trechos para a circulação de veículos ao longo do dia 22 de setembro, enquanto perdurar a ação artística. Além desse organismo público, outra participação importante para a viabilização do projeto encontra respaldo no apoio da Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e da UFOP.
No dia 21, véspera da ação, a partir das 19h30, os integrantes do Grupo participam de um Debate sobre os possíveis encontros entre Arte, Cultura, Mobilidade e Qualidade de Vida Urbana no espaço do Teatro Municipal, antiga Casa da Ópera, Rua Brigadeiro Musqueira, s/n°, Centro.  A prof. Dra. Marta Maia (ICSA/UFOP)  coordena o Debate e fará a mediação. Do Grupo Pparalelo, a artista visual e profa. Dra. Sylvia Furegatti (Unicamp) participa da discussão junto da economista profa. Dra Marlene Grade (ICSA/UFOP) e da arquiteta profa. Cristina Simão (IFMG Campus Ouro Preto).
Dessa forma pretende-se estender o convite para a audiência do debate para que participem da ação artística do dia seguinte. Nesse dia 22, para aproximar o público passante do projeto, serão distribuídas filipetas informativas além de conversas entre os mais interessados e os artistas do grupo que estarão presentes nos dois pontos de intervenção.
A atenção usualmente empregada por Ouro Preto para o patrimônio artístico e seu interesse por eventos culturais a coloca como cidade modelo para esse tipo de ação. Caminhar a pé já faz parte da rotina do morador local e surpreende, de modo geral, o turista que a conhece pela primeira vez. O projeto Paisagem Deslocada traduz essas preocupações com qualidade de vida, consciência urbana e sustentabilidade do planeta.



Ficha Técnica do Projeto:

Concepção e Realização: Pparalelo de Arte Contemporânea de Campinas

Apoio Logístico: Ourotran e Guarda Municipal de Ouro Preto

Infraestrutura de Montagem e Apoio na Divulgação: Secretaria Municipal de Cultura e Turismo

Apoio de Produção: Gracy Laport

Coordenação do Debate: Marta Maia (Curso de Jornalismo – UFOP)

Integrantes da Mesa de Debate: Marlene Grade (UFOP), Cristina Simão (IFET), Sylvia Furegatti (Grupo Pparalelo / Unicamp) e Marta Maia (UFOP)

Preparação e Tratamento das Imagens da Intervenção: Ivan Avelar

Parcerias: Curso de Comunicação Social (Jornalismo) da UFOP; Pró-reitoria de Extensão da UFOP, Hotel Boroni Palace; Restaurante Casa dos Contos; Textil Judith; The Image Press; Gráfica Mundo Digital; Portal ouropreto.com.br.

Agradecimentos: Gleiser Boroni, Carlos Mendes, Karla Boroni, Rogério, Ana Paula, Angélica Quintas, Vera Lúcia Flores, Eduardo Tropia e Marta Maia.