bula2

Bula de Intenções nº2

Intervenção

A Bula de Intenções, projeto inaugural do Pparalelo de Arte Contemporânea, tem sido razão de muito debate dentro das reuniões do Grupo. A sequência de seu cronograma nesse segundo semestre levou seus artistas proponentes à experimentação e à negociação de novas formas para sua apresentação no espaço urbano.

A cada situação/locus programados para receber essa proposta artística, o seu formato tem sido reformado em consonância com o tempo de ação, autorizações, estratégias oportunas para a ação, espaços determinados pelos eventos, limites urbanos, etc. O número que identifica cada nova edição já tem programadas novas realizações entre espaços abertos e fechados que fizeram também que seu título pudesse derivar para Bula de Circulação Interna, na versão indoor criada para o projeto.

Contudo, essas reformulações observam a integridade da proposta da Bula com a questão das novas audiências para a Arte Contemporânea, como proposição de ampliação do acesso à informação cultural-artística na atualidade.

Assim, as próximas Bulas tem se estabelecidodo ora pela mobilidade do deslocamento dos carros de som, ora pela disposição dos textos seus discursos divulgados em lambe-lambe, ora pela proposição da imagem fotográfica da instalação em ambientes fechados.

Conectada aos valores híbridos da comunicação de massa tanto quanto ao trânsito das idéias artísticas no espaço urbano, a Bula tem se mostrado um projeto cujo carater investigativo e de auto-ajustamento respondem às inquietações dos artistas do Grupo Pparalelo.